Point do Jardim Galeteria

sábado, 13 de janeiro de 2018

JARDIM: 20 ANOS DA TRADICIONAL FESTA NA PRAIA DA LIBERDADE - JARDIM

Jardim é palco da segunda maior festa do município de Tutóia – MA, como já mencionei em outras matérias, a festa dia 1º de janeiro em jardim só perde para a segunda feira de carnaval em Barro Duro.

Esse grande evento já é tradição, pois tudo começou no dia 6 de janeiro de 1998, há 20 anos. Esse evento foi crescendo e hoje é o segundo maior de Tutóia, mas com um grande detalhe, nunca teve apoio ou patrocínio da prefeitura municipal de Tutóia, nem financeiramente nem na segurança do evento.

Esse evento precisa ser reconhecido pela prefeitura, como o carnaval em Barro Duro, festa juninas em Tutóia, carnaval em Tutóia e a festa de réveillon na praia da Barra. Todo esses eventos são pagos pela prefeitura, menos a festa em Jardim.
Este ano uma comissão vai procura a prefeitura para falarmos sobre esse grande evento em Jardim. 











segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Prefeitura de Tutóia anuncia em nota mas não paga servidores

Prefeitura de Tutóia anuncia em nota mas não paga servidores

Texto Elivaldo Ramos// Blog Elivaldo Ramos 

Não é de hoje que o prefeito de Tutóia tem deixado os servidores públicos no prejuízo por falta de compromisso na sua gestão.

O pagamento dos servidores administrativos e da área da saúde (com dias de atraso) e de contratados que estão há dois, três e até quatro meses sem receber chegaram a acreditar que após nota publicada hoje no portal da transparência da prefeitura o pagamento sairia. Alarme falso. Não foi creditado um real sequer na conta dos servidores.


Mais uma vez a prefeitura não dá a mínima pra necessidade dos trabalhadores que seria receber seu salário, mesmo com atrasos, para poder fazer o básico: pagar contas e comprar alimentos para suas famílias. 



Repercutiu muito mal e recebeu várias críticas na rede social.


domingo, 3 de dezembro de 2017

JARDIM: PRAIA DA LIBERDADE É VISITADA PELOS UNIVERSITÁRIOS DO CURSO DE GEOGRAFIA - UEMA

Alunos do curso de geografia do  programa Ensinar da Universidade Estadual do Maranhão -UEMA  visitaram nesta manhã de domingo dia 03/12/ 2017 a praia da liberdade em Jardim para a realização de aula de campo.

Uma turma de 35  alunos universitário do curso de geografia da UEMA, fizeram estudo do solo  e das  riquezas encontrado na praia da liberdade em Jardim. A turma estava sendo acompanhada pelo professor e coordenador do programa Luis Fernando e da assistente Bethânia. 

Segundo o coordenador  e professor Luis Fernando nosso solo é muito rico e precisa ser estudado c analisado com mais cuidado, pois são vários os objetos de estudo encontrado no solo da praia, além das falésias e etc.

O programa ensinar  da Universidade Estadual do Maranhão -UEMA núcleo Tutóia é coordenado pelo professor Carlos Alexandre Lago.
PRAIA DA LIBERDADE - JARDIM
















segunda-feira, 27 de novembro de 2017

PREFEITO DE TUTÓIA ROMILDO DO HOSPITAL É AFASTADO PELA CÂMARA DE VEREADORES

Tutóia: Prefeito Romildo do Hospital é afastado pela Câmara de Vereadores


Pelo voto favorável de 10 dos 13 vereadores o prefeito de Tutóia é afastado do cargo por 15 dias sob a alegação de irregularidades encontradas na gestão dos recursos do SUS-Sistema Único de Saúde na gestão de Romildo do Hospital (PSDB). 
Prefeito afastado, Romildo do Hospital 

Veja como votou cada um dos vereadores: Isaias Porto e Paulinho Caldas, contra o afastamento. Raimundo Sintraf optou pela abstenção.

Gleison do Carlito, Nelinho Ribeiro, Wiliam Silva, Jamilza Baquil, Dr. Cassiano, Nilson Santos, Ze de Mar, Paulo Rogério, Viriato e o presidente da Casa, Raimundinho da Seriema votaram pelo afastamento cautelar do prefeito.

Com o afastamento a vice-prefeita Helenice Barroso será empossada na manhã desta terça-feira (28) e passa a ser a primeira mulher a assumir o executivo de Tutóia, ainda que provisoriamente.

Segundo o relatório da CPI- Comissão Parlamentar de Inquérito, presidida pela vereadora Jamilza Baquil, o prefeito obstruiu o trabalho da CPI e ainda tentou impedir que servidores do hospital fossem depor.

Na rede social há comentários de toda natureza, a maioria elogiando a ação do parlamento e alguns que dizem que o prefeito vai reverter a situação em tempo curto com decisão de liminar.

O fato é que há grande possibilidade de Romildo do Hospital ser afastado definitivamente do cargo, ou seja, ter o mandato cassado. Entretanto, é quase certo que, simultaneamente, amanhã a vice será empossada e o prefeito entra com ação na justiça pedindo a derrubada da decisão da Câmara.

O blog ouviu alguns parlamentares como Jamilza Baquil, Paulo Rogério e Viriato e eles dizem que os trabalhos da CPI vão continuar e que trata apenas de um afastamento provisório e quando finalizada a investigação a Casa deve tomar a decisão de se cassa ou não o prefeito.

Ouvimos também advogados, e há aqueles que acreditam que o rito seguido pelo parlamento foi correto, mas há aqueles que dizem que o prefeito consegue reverter na justiça.

Resta aguardar o desfecho da questão, que deve durar pelo menos 45 dias ou mais, para sua conclusão de fato. 

Alguns comentários da rede social:





Requerimento de afastamento






Uma multidão se aglomerou na frente da Câmara Municipal e o espaço interno também ficou lotado. Houve muitas falas rechaçando os vereadores que votaram contra o afastamento e alguns dos que votaram a favor foram ovacionados. 

Da multidão se ouvia "puxa saco", "tá vendido".

A Polícia Militar e a Guarda Municipal estavam fazendo a segurança do lado de fora da Câmara ainda assim alguns vereadores foram xingados pela multidão. 









domingo, 5 de novembro de 2017

PRESIDENTE DO ITERMA RAIMUNDO LIDIO A CONVITE DAS DIRETORIAS DAS GLEBAS SANTA CLARA, COMUM E BELÁGUA VISITA COMUNIDADES.


Neste sábado (dia 04 de novembro), pela manha o presidente do Iterma, Raimundo  Lidio com sua equipe, esteve reunido com a diretoria da gleba Santa Clara/Comum, no povoado Buritizal, presidente dona Rosário Ramos, também esteve presente o sr. Pedro Costa, presidente do sindicato rural, pela a tarde a reunião foi com a diretoria da Gleba Belágua, presidente Raimundo Nonato, em ambas reunião foi agradecido  ao presença do presidente  diretamente nos povoados que veio conhecer os problemas de perto. O presidente por sua mostrou todo interesse em querer resolver tais problema e não medira esforços para encontrar solução







quarta-feira, 1 de novembro de 2017

ESTÁ SURGINDO EM TUTÓIA NOVO GRUPO POLÍTICO COM APOIO DO ESTADO


Encontro entre as lideranças políticas de Tutóia e o secretário da SAF, discutindo proposta para o futuro de Tutóia.

Está surgindo em Tutóia um novo grupo político, que vem se destacando aos poucos, agora com apoio do estado, no último final de semana, sábado 28 de outubro, firmou aliança com Adelmo Soares, secretário da secretaria de estado da agricultura familiar-SAF, um pretenso candidato a deputado estadual para as eleições de 2018

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Ministério Público pede a perda de função pública do atual prefeito de Tutóia, Romildo Damasceno Soares.






Ministério Público pede a perda de função pública do atual prefeito de Tutóia, Romildo Damasceno Soares.

AÇÃO CIVIL PÚBLICA POR ATO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA AMBIENTAL E AÇÃO COMINÁTORIA DE OBRIGAÇÃO DE FAZER E NÃO FAZER COM PEDIDO DE TUTELA DE URGENCIA.

O Ministério Público para fazer cumprir a Lei 12.305/2010 - que fixou um Prazo de 04 anos para que todos os municípios brasileiros implantasse formas ambientalmente adequadas para dar destinação final aos seus resíduos sólidos, ou seja, acabar com os lixões a céu aberto.

 No ano de 2013 o plano municipal de resíduos sólidos apresentado na gestão do ex-prefeito Diringa Baquil foi reprovado pelo CAOP (Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça das Comunidades) Meio Ambiente do Ministério Público do Estado do Maranhão, sendo então o prefeito Diringa foi notificado para adequar tal plano as diretrizes legais, mas se manteve inerte não fazendo as adequações requisitadas.  E    em 14/07/2017 foi requisitado ao atual prefeito do Município de Tutóia- Maranhão, Romildo Damasceno Soares, que apresentasse em 30 dias um novo plano de gestão integrada de resíduos sólidos com o conteúdo mínimo previsto no art 19 da lei 12305/10 visando o encerramento de lixões e instalação de disposição final ambiental adequada de seus resíduos sólidos. Acontece que transcorrido o prazo concedido pelo Ministério Público o atual prefeito cometeu o mesmo pecado do prefeito anterior, além de não apresentar o plano solicitado, também não fez nenhuma manifestação justificando sua omissão em não atender o pleito do promotor de justiça, o Dr.Fernando José Alves Silva.  

Diante da omissão do ex-prefeito e do atual prefeito do município de Tutóia o senhor promotor de justiça ajuizou ação civil pública por ato de improbidade administrativa ambiental e ação cominatória de obrigação de fazer e não fazer com pedido de tutela de urgência tendo como réus o ex-prefeito Raimundo Nonato Abraão Baquil, o atual prefeito Romildo Damasceno Soares e também o município de Tutóia. Em que dentre outras penalidades pede a condenação dos réus (Raimundo Nonato Abraão Baquil e Romildo Damasceno Soares) a perda de função pública que eventualmente estiverem exercendo, suspensão  dos direitos políticos de três 03 a cinco  05 anos, pagamento de multa civil de até cem vezes o valor dos seus salários que recebera no exercício do cargo de prefeito, proibição dos réus Diringa e Romildo de contratar com o poder público ou obter benefícios fiscais, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três 03 anos. 


Diante do que se ver as mudanças tão anunciadas não aconteceram, pois como tão bem exposto pelo Ministério Público  o atual prefeito cometeu o mesmo crime de improbidade administrativa do Ex- prefeito, ambos foram omissos, outrora adversários políticos, agora parceiros no banco dos réus, com a palavra a justiça de Tutóia.




Por ventura se forem condenados em Tutoia e sofrerem uma segunda condenação no TJ em São Luís automaticamente ficaram inelegíveis.